Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por Definir

Por Definir

21
Dez20

Nos livros

Até à data e desde 1 de Janeiro de 2020, li 21 livros. +2 do que no último ano. Não é péssimo tendo em conta que comecei um namoro este ano e mudei-me com o belo rapaz para um apartamento de 40m2. 

Ora, mudar de casa implica um stress que não desejo a ninguém. Depois foi a pandemia, maravilhosa para se estar sossegada em casa, péssima nos assuntos familiares visto ter estado 2 meses sem ir ao meu Alentejo. Com algumas neuras pelo meio, encaixei tempo para 21 livros. E há 15 dias que não pego num, a sério.

Comecei "A História Secreta" de Donna Tartt, altamente recomendada por um amigo e pelas dúzias de bookstagrams que sigo. Pois que não gostei e largei ainda não ia na página 100. Confesso que fiquei triste. Não gosto, particularmente, de ser do contra mas o livro não me puxou mesmo nada. 

Decidi-me pel' "O Homem Duplicado" de Saramago mas também não é bem aquilo que estou à procura num livro nesta altura do ano. Não me cativa muito, ainda não vou largá-lo mas a história não me envolve. 

Ainda não comprei o novo do João Tordo (escritor muito admirado por mim) porque estou a guardá-lo para o início do próximo ano (ou a aguardar que seja uma prenda de Natal). Sei que vou gostar e acho que é esse o livro que preciso para voltar em força às leituras. 

Não gosto desta preguiça literária. Não gosto, não gosto.

19
Dez20

Hoje calhou assim

Não sei como é que as pessoas estão a lidar com a pandemia mas eu já estou a ficar esgotada. No início não me fez grande confusão ficar em casa. Caseira como sou, desejei, silenciosamente, que o trabalho remoto se mantivésse durante muitos mais meses. Ainda não me arrependi desse desejo mas ultimamente a neura tem sido a minha melhor amiga. E agora compreendo o sentimento tão falado durante o estado de emergência:  enquanto eu dava pulos de alegria por ficar em casa o tempo todo aninhada no sofá, todos estavam tristes, aborrecidos e deprimidos.

Os sábados eram os meus dias preferidos porque podíamos acordar tarde e passar o dia a ler sem o peso na consicência de "não ter aproveitado o fim-de-semana". Mas hoje de manhã quando acordei, não tive a mínima vontade de me levantar, comer, ficar no sofá, comer e ficar no sofá. O dia é uma tela em branco e eu não tenho vontade nehuma de a pintar. Estou só aborrecida e irritada. Com o quê? Nada. 

Menino Dudas (o meu lover) ainda pica mais e enerva-se por eu estar enervada. Enervamo-nos os dois. Cada um vai para o seu lado do apartamento de 40m2 e 10 minutos depois já estão outra vez no sofá. Tem sido mais ou menos assim no último mês. 

Perdão pela rabugice mas hoje calhou assim.

Nota

Todas as imagens aqui publicadas são do Pinterest, excepto se existirem indicações contrárias.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D