Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por Definir

Por Definir

15.Ago.18

Das leituras que me prendem - O livro dos Baltimore

Há muito tempo que queria ler Joël Dicker. Tinha ideia que era um excelente escritor e que os seus livros tinham tido muito sucesso. Não sei bem qual foi a base para estas suposições uma vez que não me lembro de ler críticas acerca dele e das suas obras. De qualquer forma, pesquisei depois de terminar "O livro dos Baltimore". 

Sinopse 

Até ao dia do Drama, existiam dois ramos da família Goldman: os de Baltimore e os de Montclair. O ramo de Baltimore, próspero e bafejado pela sorte, mora numa luxuosa mansão e encarna a imagem da elite americana. Já os Goldman de Montclair são uma típica família de classe média e vivem numa casa banal em Nova Jérsia. Tudo isto se transforma com o Drama. Movido pelas memórias felizes dos tempos áureos de Baltimore, Marcus Goldman procura descobrir o que se passou no dia do Drama, que mudaria para sempre o destino da família. O que aconteceu realmente aos Goldman de Baltimore?

 

Após uma breve pesquisa, concluí que este não é o melhor livro de Joël Dicker. As críticas feitas a outras obras do autor são melhores e mais esfuziantes. De qualquer forma, continuam a gostar deste livro mas dizendo que não é, de todo, a melhor criação de Joël Dicker. 

Posso dizer que preferi a 1ª metade do livro à 2ª. Várias emoções passaram por mim ao longo das páginas que devorava avidamente. Ri, quase chorei e abri a boca de espanto. Não me lembro da última vez que um livro me transmitiu tais sentimentos. Senti-me envolvida na história, senti que conhecia todas as personagens e partilhei dos seus sentimentos.

É, inquestionavelmente, uma narrativa que nos prende e que nos cativa. Daqueles livros que não queremos parar de ler e que nos deixa muito ansiosos pelo seu desfecho. A analepse e a prolepse são constantes ao longo do livro. Ainda que os capítulos estejam bem definidos e devidamente datados, por vezes perdia-me no tempo histórico mas recuperava imediatamente quando iniciava o capítulo. 

Não é magnífico mas dá-nos vida e aquece-nos o coração. Mais uma vez, recomendo a sua leitura. Os outros títulos do autor estão na minha To Read List. 

Nota

Todas as imagens aqui publicadas são do Pinterest, excepto se existirem indicações contrárias.

2 comentários

Comentar post